A Vontade de Deus

ago 31, 2010 by

 Por Marcio Soares da Rocha. A vontade de Deus tem a ver com a decisão e com a aprovação das coisas que Deus é e faz. Envolve as escolhas divinas do que fazer e do que não fazer. a. A vontade de Deus em geral. As Escrituras freqüentemente indicam a vontade de Deus como razão definitiva ou absoluta para qualquer coisa que acontece. Paulo se refere a Deus como aquele “que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade” (Ef 1.11). Na maioria das vezes em que a expressão “vontade de Deus” aparece nas Escrituras, ela está se referindo à vontade geral de Deus, e não a um plano especial de Deus para cada um. “Pois aquele que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe.” (Marcos. 3.35)....

read more

Os Atributos Comunicáveis de Deus...

ago 31, 2010 by

Por Analice Guedes. Ao iniciar este tema gostaria de ressaltar que mais importante que classificar, é compreender a definição de cada atributo ‘comunicável’ de Deus. Se pensarmos na pessoa integral de Deus, ficará evidente que a divisão em vários atributos não é uma questão de grande relevância doutrinária. Nosso alvo é imitar a pessoa, o modelo, o caráter do Senhor. Conhecê-lo, portanto, é nosso primeiro passo. Assim, abordaremos primeiramente os atributos comunicáveis de Deus que descrevem o seu Ser e Seus atributos Morais.    A.  Atributos que descrevem o Ser de Deus 1. Espiritualidade: “Ele existe como Ser que não é feito de matéria, que não tem partes nem dimensões, incapaz de ser percebido pelos nossos sentidos corpóreos e mais excelente do qualquer outro tipo de existência”. Deus não pode e não deseja ser...

read more

Os Atributos Incomunicáveis de Deus...

ago 31, 2010 by

Por Analice Guedes. “Quem nos céus é comparável ao Senhor? Entre os seres celestiais, quem é Semelhante ao Senhor?…quem é poderoso como tu és, Senhor,com a tua fidelidade ao redor de ti?” (Salmo 89:6,8) Seria presunção de nossa parte achar que em poucos estudos poderíamos dizer tudo que a Bíblia nos fala acerca do caráter divino. Pois quando falamos de atributos divinos, estamos discorrendo acerca do caráter do próprio Deus. Assim, buscaremos classificar aqui quais os atributos ou qualidades de Deus que ele partilha conosco (Atributos Comunicáveis) e quais ele não partilha conosco (Atributos Incomunicáveis). Essa distinção, no entanto, não é perfeita, pois, não há atributo divino completamente comunicável nem totalmente incomunicável. A Sabedoria é um bom exemplo; embora seja um atributo dito comunicável, podemos ser sábios apenas em parte; como Deus jamais! Mesmo...

read more

Deus em Três Pessoas: A Trindade...

ago 30, 2010 by

Por Analice Guedes. Como pode Deus ser três pessoas, porém um só Deus? Definição: Há apenas um Deus, mas na unidade da Divindade, há três pessoas eternas e iguais entre si – Pai, Filho e Espírito Santo – idênticas em substância, mas distintas em existência (ou subsistência). A doutrina da Trindade revela-se progressivamente nas Escrituras. A palavra Trindade não se encontra na Bíblia, embora a idéia representada pela palavra seja ensinada em muitos trechos. Trindade significa “tri-unidade” ou três em unidade, por isso é usada para resumir o ensinamento bíblico de que Deus é três pessoas, porém um só Deus. O Antigo Testamento não revela a Trindade, mas nos dá indícios de uma revelação posterior. 1. Passagens do A.T. que usam a palavra plural ELOHIM e pronomes plurais para se referir a Deus. Em...

read more

A Preservação das Escrituras Sagradas...

ago 30, 2010 by

Por Marcio S. da Rocha. (Revisado e ampliado em 23/02/2013) A Bíblia que temos hoje é autentica e confiável? Os originais da Bíblia, escritos pelas próprias mãos dos profetas e apóstolos não existem mais. Tudo indica que se estragaram devido ao tempo decorrido desde que foram escritos e também ao seu muito uso. Entretanto, há razões de sobra para crermos que os livros da Bíblia foram copiados (à mão) e transmitidos com alto grau de fidelidade, geração após geração, durante os primeiros quinze séculos da era cristã, chegando até nós com grande confiabilidade. O Novo Testamento é a literatura mais bem documentada da antiguidade. Somente em Grego (sua língua original), segundo Bruce Metzger[1], existem hoje cerca de 5.700 manuscritos. Eles se encontram nos museus e mosteiros da Europa e em museus da América do...

read more

A Autoridade e a Inerrância das Escrituras Sagradas...

ago 30, 2010 by

Por Marcio S. da Rocha. “Vocês erram porque não conhecem as Escrituras nem o poder de Deus.” (Mateus 22.29) A Autoridade das Escrituras A Autoridade da Bíblia é uma consequência natural de sua Inspiração. Deus nos transmitiu suas verdades e fez isto por meio de inspiração. A palavra grega para inspiração é theopneustos, que significa literalmente, “soprado por Deus”. Deus, pelo Espírito Santo, fez com que alguns homens, em várias épocas, escrevessem o que ele queria nos comunicar, para nos orientar no caminho de volta a ele mesmo. Paulo, escrevendo a Timóteo, diz: “Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça” (2 Tim. 3.16). Pedro também diz que “Nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. A profecia nunca foi produzida por vontade humana, mas homens...

read more

O Cânon Bíblico

ago 28, 2010 by

Por Marcio S. da Rocha. Neste artigo abordamos sinteticamente como aconteceu o processo de transmissão e registro escrito das verdades de Deus, bem como quais são os livros que compõem as Escrituras Sagradas. O Canon das Escrituras é o conjunto dos livros inspirados por Deus, portanto, livros sagrados; ensinos que foram transmitidos pelo próprio Deus (por meio de inspiração, visão ou manifestação verbal audível) a homens que os registraram por escrito, para que fossem preservados e repassados com fidelidade à humanidade, afim de, por meio deles, as pessoas pudessem saber corretamente sobre Deus, crer e se relacionar pessoalmente com Ele para a salvação. A palavra Cânon tem sua origem na palavra Grega kanwn (kanon), que significava originalmente “cana de medir”. Era um padrão, uma unidade de medida. Assim, “Cânon”, aplicado às Escrituras, significa o “padrão”...

read more

A Existência de Deus

ago 28, 2010 by

Por Marcio S. da Rocha. A Existência de Deus é a crença mais fundamental do Cristianismo. É impossível alguém ser cristão sem crer que Deus existe. Embora essa crença seja comum a todas as religiões e, isoladamente, ela não possa caracterizar ninguém como cristão, crer na existência de Deus está na base do Cristianismo. Crer que Deus existe faz uma grande diferença em termos de vida prática. Alguém que crê na existência de um Deus criador, vê um sentido para a vida e desenvolve a consciência de que prestará contas a um ser superior e perfeito; vive de acordo com essa crença. Por outro lado, quem não crê que Deus existe, age como se a sobrevivência ou o prazer fossem os objetivos maiores da vida, e como se não tivesse a quem prestar contas;...

read more

As Doutrinas Centrais do Cristianismo...

ago 27, 2010 by

Um resumo das principais doutrinas do Cristianismo, com suas referências bíblicas  Por Marcio S. da Rocha. Depois de efetuar uma razoável pesquisa em diversas fontes referenciais (livros, revistas e websites), nos dois últimos anos, cheguei a esta relação do que seria o conjunto das doutrinas centrais do Cristianismo – aquelas que todos os cristãos, independente da denominação ou comunidade que participam, apontam de forma quase unânime, como sendo as doutrinas fundamentais que caracterizam a essência da fé cristã; aquelas que não podem ser alteradas ou negadas, sob pena de descaracterizar o cristianismo bíblico – original.  Esses ensinos estão aqui resumidos, acompanhados das principais e respectivas passagens bíblicas nas quais se baseiam, com o objetivo de contribuir para tornar claro para aqueles que creem ou estão interessados na fé cristã, quais são as suas crenças...

read more